noite-da-transparência-sensualidade

A sensualidade dela!

Nesta sexta (14), o site TeVejo criou um evento diferente para seus usuários, a Noite da Transparência, justamente para mexer com o imaginário masculino e a sensualidade da mulher. Durante o dia, todas as meninas foram convidadas a entrarem no chat online com roupas ou babydolls transparentes, visando essa brincadeira de despertar o desejo nos participantes.

Mas será que é só a roupa o necessário para despertar o desejo masculino? Confira no conto a seguir:

Todo sábado ela segue o mesmo ritual. Sai do banho e, após se secar, passa creme pelo corpo todo. O cheiro? Morango. Desliza a palma das mãos sobre cada pedacinho de pele, cada curvinha; cada poro de seu corpo passa a exalar morango.

A roupa a espera, meticulosamente escolhida há duas horas, engomada sobre a cama. Uma saia justa, preta. Uma camisa branca, transparente. Veste-se rapidamente. Saia, camisa, top, cinto. As roupas acentuam mais ainda suas belas curvas, deixando em evidência suas pernas de academia, seus seios abastados, a bunda empinada e a cintura fina.

Ela seca cuidadosamente os cabelos negros, lembrando-se de enrolar as pontinhas. Prende algumas mexas atrás da orelha e a franja cai suave sobre seus olhos. Joga-a para o lado, num ritual que será observado a noite toda.

Sobe no salto alto. Dir-se-ia que poucas têm a coragem que ela tem ao equilibrar-se sobre aquela altura, quem dirá dançar e rebolar como sempre o faz. Uma borrifada de perfume no pulso, uma no pescoço. O cheiro de morango ainda é forte para exagerar no perfume.

No banheiro maquia-se. Delineador para o contorno dos olhos, rimel, uma sombra branca esfumaçada. Nos lábios carnudos, passa um batom vermelho berrante. Manda um beijinho para o espelho. Uma piscadinha. Está pronta.

Ao chegar à balada, é inevitável que todos os olhares recaiam sobre ela. Sejam das mulheres invejando-a pela desenvoltura de suas curvas sobre o salto alto, sejam dos homens ao notarem a sensualidade daquela mulher.

Ela vai direto ao bar, onde pede um drink. Ali fica a observar os olhos que a observam. Na cabeça dos rapazes, milhares de perguntas se passam sobre ela. De alguma forma ela tinha um olhar misterioso, denso e, ao mesmo tempo, suave. Olhos fortes.

Na pista, ela não dança, só se coloca a observar. Alguns caros vêm mexer com ela, tirá-la para dançar, com um tímido sorriso recusa, agradecendo logo em seguida.

Era uma beleza de mulher, com curvas, olhares e sorrisos que contaminavam a cabeças de todos os homens dali. Tinha uma sensualidade pura. A camisa transparente ajudava a aguçar mais ainda a mente deles. Suas curvas? Seus olhos? Mais ainda.

A sensualidade da Mulher no bar

Mas, o que não sabiam, é que ela era como qualquer outra mulher. Dona de si, de seu corpo, e certa de sua feminilidade, de sua sensualidade. Toda mulher é assim, digna de um olhar deslumbrado dos homens, esteja com roupas transparentes ou não. Todas elas são feitas de mistérios; mistério sobre suas curvas, sobre suas roupas, sobre seus olhares. Basta ter alguém para admirar e se dispor a descobrir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *