Friendzone depois vira amizade colorida

Friendzone

Nossa equipe separou algumas dicas para você saber se está na zona de amizade com aquele paquera/amigo

        Se você é um daqueles viciados em seriados e não perdeu um episódio sequer do clássico Friends, iniciado em setembro de 1994 e exibido pela NBC, deve se lembrar perfeitamente do episódio The one with the blackout, exibido no mesmo ano de lançamento, no qual Joey Tribbiani, interpretado por Matt LeBlanc, acaba falando para Ross (David Schwimmer), apaixonado pela bela Rachel Green (Jennifer Aniston), que a relação que o rapaz vinha tendo com a mulher já estava entrando na friendzone.

Joey: Nunca vai acontecer.

Ross: O quê?

Joey: Você e Rachel.

Ross: O q.. O que voc… O quê? Por que não?

Joey: Porque você esperou muito para dar em cima dela e agora está na zona da amizade.

Ross: Não, não, não. Não estou na zona.

Joey: Ross, você é o prefeito da zona de amizade.

Ross and rachel friendzone

        Em sua tradução literal, o termo diz respeito à ‘zona de amizade’, ou seja, aquele espectro cinza entre você e aquele seu amigo com quem você poderia perfeitamente ter algo a mais, porém, não tem.

        Resumindo, de acordo com a cultura popular, a friendzone nada mais é que a situação na qual uma pessoa se vê encantada (e até mesmo apaixonada) por outra, porém, essa outra pessoa a vê somente como amiga, contando com seu ombro amigo e seus conselhos, ou seja, não correspondendo aos seus interesses amorosos.

        É o clássico “você é como um irmão para mim”, “não queria estragar nossa amizade” e afins…

# Friendzone
Friendzone
Friendzone

        E pensando em vocês, nossos leitores que talvez já tenham passado por uma situação dessas ou estão passando, separamos algumas dicas que poderão ajudar a perceber se já estão na friendzone.

        Caso a resposta seja sim, a melhor dica que temos é: caia fora o quanto antes, você só vai se machucar. Porém, por enquanto, descubra se essa sua amizade/paixonite não é só coisa da sua cabeça mesmo.

Primeira e mais importante – conselhos amorosos: ele ou ela conta todos seus segredos, inclusive em relação ao coração ou a coisas erradas que tenham acontecido durante algum relacionamento anterior, fica falando do vizinho, do colega da faculdade ou qualquer outra pessoa que está interessado, além de pedir dicas sobre como agir para conquistar aquela pessoa.

Segunda e também importante – você não está na fila: enquanto seu amigo(a) está namorando, é o mais fiel possível, porém, quando termina, fica com todo mundo, qualquer um que apareça na balada, mas não cogita de jeito nenhum ficar com você, no máximo o que acontece é uma amizade colorida.

Terceira – risadinhas: ainda pegando o gancho da dica anterior, se você já deu alguma indireta para ficar com ele(a) e a única resposta que teve foram risadinhas, desconversa e mudança de assunto, certamente esses pensamentos passam somente pela sua cabeça, então, desencane.

Quarta – ligação: quais são exatamente os motivos para ele ou ela entrar em contato com você? Sim, é sempre para que faça seu papel de amigo, dando conselhos e dicas e ouvindo nas horas mais difíceis.

Quinta – programas a dois: quando combinam de sair, seja um cinema ou um barzinho, a pessoa sempre pergunta se você já chamou outras pessoas, até mesmo o grupo, talvez ela esteja evitando ir a sós com você.

BRINDE – apelidos: trata-te por apelidinhos carinhosos e fofos, meigos, com mais freqüência do que te chama por adjetivos sobre qualquer forma de atração física como lindo, gostoso e etc.

        É, se alguns desses itens bateram, está na hora de tapar o buraco e ir para outra porque desse mato não sai mais cachorro. Mas, se quiser insistir, não diga que não avisamos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *