dia-das-mulheres

Dia da Mulher? Todo dia é dia delas!

Neste sábado (08), será comemorado o Dia da Mulher no Brasil todo. A data vem para homenagear e reconhecer toda a luta das mulheres que estão por trás de mim e você, assim como a mulher que nos tornamos e o espaço que viemos conquistando nos últimos tempos.

A mulher hoje em dia é dez em uma. É dona de seu nariz, trabalha, se sustenta, tem seu lar, sua sexualidade em alta, isso tudo sem perder a candura do sexo feminino. Aos poucos viemos assumindo tantos papéis nessa sociedade, nos posicionando, unindo e tornando forte, que o tão clichê e antigo papel de mãe e dona de casa já não são mais o mesmo.

Deixamos de ser coadjuvantes para assumirmos o papel principal em nossas vidas. Já aprendemos que podemos nos virar sozinhas, sem nenhum prejuízo; isso é o que prova o mercado de trabalho, que a cada dia vem dando mais espaço às mulheres. Hoje já conseguimos lugares de chefia, coisa que há cinquenta anos seria praticamente impossível, afinal, como um homem aceitaria receber ordens de uma mulher?

Mas, não é só no trabalho que estamos nos destacando. Já somos mulheres na política, mulheres nos barzinhos, enfim, mulheres.

Aprendemos, de uma forma ou de outra, a delimitar nosso papel e dividi-lo com o sexo masculino, revogando funções que há muito seria absurdo. As obrigações da casa já não são só da mulher. Um casal que compreende isso, que divide tarefas, que se ajuda mutuamente, consegue viver bem mais em paz do que uma casa onde somente elas cozinham, lavam e passam.

Cuidar dos filhos então? Levantar de madrugada, trocar fraldas, esquentar o leite? Era, também, outra função só da mulher, porém, hoje, com cursos e a internet, os pais também cuidam e cuidam muito bem, obrigada!

E por conta dessa divisão de tarefas, hoje em dia conseguimos ter muito tempo para investirmos em nós mesmas e no nosso futuro.

Nossas funções resumem-se a cuidar de tudo um pouco, por isso podemos ser consideradas super heroínas ou dez mulheres em uma só. Com ajuda, sempre, cuidamos da casa e dos filhos, trabalhamos, e ainda dispomos de um tempo para cuidar de nossa saúde, vitalidade e, principalmente, de nossa sexualidade.

Dia da Mulher

Nossa liberdade foi conquistada aos poucos, enquanto assumíamos por nossa conta e risco, usando e abusando da nossa feminilidade.

Uma mulher que pode assumir que gosta de sexo é sim, muito bem resolvida. E, fica a dica, os homens deveriam adorar isso. Cada dia que passa, damos mais espaço para experimentações, para fazermos o que nós gostamos na cama, não só o que eles gostam. Brincamos, nos divertimos, assim como os homens, afinal, se o sexo é em dois, por que tem de ser prazeroso para um só?

Dia da Mulher

É uma rotina cheia, mas deliciosa. Conquistar o espaço feminino cada dia que passa é agradável. Podemos sair trabalhar cedo, ainda passar o café, levar as crianças no colégio, aguentar aquele chefe chato e ainda voltar para casa, com a família curtir um tempo gostoso, depois um a sós com o maridão.

E é isso que hoje é ser mulher! É dar conta de tudo um pouco, é dividir as funções, delegar obrigações, cuidar dos outros, mas, principalmente, cuidar de si mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *